Treino de armas de curtas distâncias

Página 15 de 17 Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16, 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Apolo em Sab Jun 18, 2011 11:38 pm

Relembrando a primeira mensagem :




Treino de
Curta distância

Aqui, vocês deverão postar seus treinos de espada, adaga, sabre, foice machado ou clava, com escudo ou não, que depois, nós deuses, atualizaremos sua ficha.

Treinar é simples mas não é tão fácil nem rápido, portanto, cada sessão de treino deverá ter mais de sete linhas aqui no fórum. Caso tenha menos, o seu treino não sera considerado.

Tente descrever e desenvolver ao máximo seu treino, isso fará de você um bom guerreiro.

Obs.: Só pode treinar aqui uma vez por dia. Todavia, pode fazer outros tipos de treino.
avatar
Apolo
Deus(a) Olímpico(a)

Mensagens : 219
Dracmas : 608
Data de inscrição : 18/06/2011
Idade : 20
Localização : Olimpo

Ficha de RPG
Vida:
9999/9999  (9999/9999)
Nível: ???
Inventário:

Ver perfil do usuário http://rpgleague.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nicole Blake em Sab Out 27, 2012 7:49 pm

Com duas espadas de madeira, Nicole estava frente a frente de John, o filho de Ares. Os dois encaravam o outro com um sorriso e um desejo louco de fazer suas espadas lutarem entre si. Nenhuma palavra foi trocada porque os olhares já diziam muita coisa. Talvez xingamentos, quem sabe.
O primeiro a partir para o assalto foi Nicole. Ela ergueu a espada esquerda e a desceu em um ataque forte, com a ajuda da força gravitacional da Terra. John ergueu a própria espada em defesa, deixando sua guarda baixa para Nicole dar uma estocada em suas costelas, roubando um gemido de dor.
- Ah, maldita... - ele resmungou, por entre os dentes.
- Oh, senhor gemido de dor. - zombou Nicole.
Possesso, John fez um movimento rude que fez Nicole virar-se um pouco de lado, abrindo sua defesa e assim a atacou diagonalmente duas vezes. Ela, por sua vez, defendeu ambas com uma só espada, mas não pôde notar uma finta no ataque seguinte que resultou em uma paulada em seu joelho.
Ela cambaleou, mas não caiu de joelhos. Não ia dar esse gostinho para ele.
John então ascendeu a espada e a descendeu em seguida. Nicole teve que aparar o ataque com suas espadas, juntas em um X acima de sua cabeça, numa defesa impressionante. O estalar das madeiras se chocando foi tomado por um silêncio depois e com os dois disputando força contra força.
Os braços de Nicole tremiam pelo esforço que fazia para se manter, até que de repente empurrou-o para trás, para abrir sua guarda. John, vendo isso, recuperou-se logo e atacou a semideusa rapidamente. Esta, por sua vez, defendeu com uma espada, deu um passo para frente, bateu sua espada contra o joelho do filho de Ares e recuou para ele se ajoelhasse.
Cansado, e, com esse golpe, não resistiu e obedecer, irritado.
- Conseguiu dessa vez, mas, na próxima, você quem se ajoelhará, Nicole Blake.
E saiu possesso dali, deixando-a sozinha e ofegante. Em seguida, Nicole foi para seu chalé.

______________
Atualizado por Perséfone




Vantagens:
Sorte e Ambidestria [1ponto]

Desvantagens:
Código dos Heróis, Curioso, Intolerância [Machucar Inocentes]

avatar
Nicole Blake
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 250
Dracmas : 863
Data de inscrição : 22/08/2012
Idade : 23
Localização : Posso estar em qualquer lugar, rs.

Ficha de RPG
Vida:
220/220  (220/220)
Nível: 6
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Zack Stuart em Dom Out 28, 2012 3:41 pm

Eu estava agora com uma arma nova, uma lança de bronze. Ela era bem interessante, era grande e parecia forte,mas eu não tinha a menor noção de como usar essa arma. Eu a levei para a Arena e esperava encontrar alguém que me ajudasse e tive sorte. Um filho de Hefesto estava treinando com a arma, a dele era uma lança de aço, eu me aproximei e perguntei:
-Você poderia me ajudar a aprender a usar a lança?
-Posso sim.

Ele então me mostrou todas as posições para segurar, tanto para atacar tanto para defender. Ele me mostrou movimentos básicos com a lança, o ataque direto e como sera mais forte, como se defender de golpes diretos ou de golpes em arcos. Ele me atacava e eu defendia, obvio que o meu tutor momentâneo fazia movimentos mais lentos para eu entender e poder copiar depois. Eu comecei a repetir os golpes, uma estocada direta na barriga, um golpe em arco de cima para baixo no ombro e um golpe com a base da lança no rosto para depois dar um golpe na linha de cintura. Eu treinava duro para aprender, mas o meu amigo teve que ir, eu continuei a treinar com bonecos na Arena. Eu estava praticando quando fui chamado na Casa Grande.
_____________
Atualizado por Perséfone




lol!

Montaria:


Amada=Merida Valentina Sídhes.
avatar
Zack Stuart
Filho(a) de Dionísio

Mensagens : 404
Dracmas : 209
Data de inscrição : 17/06/2012
Idade : 22
Localização : Los Angeles- Porta do Submundo

Ficha de RPG
Vida:
190/190  (190/190)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Cassius Bellasco em Dom Out 28, 2012 8:51 pm

Eu estava na orla da floresta. Por alguma razão Quíron marcou de falar comigo ali, e eu o esperava chegar. O centauro chegou não muito depois de eu murmurar “Cade aquele centauro?!”.

Ele começou a perguntar como andavam meus treinamentos – ele sempre fazia isso enquanto queria enrolar um semideus por não ter assunto – Ele parou de enrolar-me com um “Finalmente!” no momento em que Nicole Blake – a filha de Poseidon – chega ali.

- Ah, que bom que chegou... – Ele fala aliviado – eu preparei um treino especial para vocês! – Ele sorriu quando eu franzi a testa – Um belíssimo Lestrigão!

- Ta brincando né? – Falei estupidamente – Um Lestrigão? Como se fosse um passatempo? – Eu meio que me irritei. “Ah... Que tédio... Acho que vou lá matar um canadense...” isso não acontece... Nunca!

Nicole falou sobre sua primeira experiência com um Lestrigão... E bem, não foi muito boa... Em seguida ela acenou com uma de suas mãos para mim, de modo tímido. Em resposta eu assenti, fazendo uma reverencia com a cabeça.

Um rugido forte me pega de surpresa, assustando-me. Quíron murmura algo sobre não deixar que o monstro invada o Acampamento Meio-Sangue, mesmo que isso custe nossas vidas – não entendi perfeitamente, o monstro rugia enlouquecidamente – e então saiu dali, sem pressa alguma.

Olhei para Nicole, em seguida assenti em um gesto de encorajamento e corri em direção aos rugidos com Nicole logo atrás de mim, no caminho em direção ao monstro empunhei minhas duas espadas – Espada Imortal na mão direita e Espada de Bronze Celestial na esquerda – E então ataquei. Ou pelo menos pretendia atacar...

Eu, por puro reflexo, pulei de onde estava, e cai de pé sobre uma lança gigante que partia da mão de um canadense até o ponto onde eu estava na hora que pulei – Era a ponta da lança que estava naquele ponto... É lógico... – Desci da lança quando o Lestrigão puxou-a de volta.

Nicole Blake fez o correto! A filha de Poseidon atacou enquanto o monstro tinha a guarda baixa, com um salto impressionante ela riscou o ar com suas espadas que iam em direção ao céu e ao começar a descer, inclinou-as para baixo, chocando-se com a lança que de última hora apareceu em defesa ao canadense. Nicole gritou para que eu o atacasse enquanto ele estava distraído, porém não era necessário, pois eu estava no meio de um salto com a Espada Imortal apontada para o abdome do Lestrigão.

O Lestrigão foi rápido e empurrou Nicole para trás, sua lança mirava meu abdome também, porém destruiria meu tronco completamente por seu tamanho... Eu girei a Espada Imortal, apontando-a para baixo e com muita força desviei a lança de meu corpo enquanto com a Espada de Bronze Celestial eu perfurei o canadense.

Eu esperava que o mesmo desintegrasse, porém ele me jogou longe e eu cai de costas, minha espada ficou presa no abdome dele e ele a jogou no meio da floresta. De imediato, fiz a única coisa possível para suprir minha necessidade de uma espada, conjurei uma Espada de Ossos do chão, usando uma habilidade que herdei de Hades.

Enquanto isso o Lestrigão atacou Nicole, que foi rápida desviando da lança e ainda aproveitou para fazer um corte no monstro. O canadense atacou novamente e Nicole se defendeu com uma de suas espadas e com a outra atacou.

“Esse imbecil não se desintegra!” Pensei. “Nicole não pode ficar com a atenção dele por muito mais tempo...”.

Conjurei uma lança de Ossos no chão, larguei as espadas para empunhar a lança, eu a atirei na cabeça do monstro e ela fincou-se lá.

“Agora não se desintegra porque não tem cérebro...” Pensei. “Morre, por favor!”.

Empunhei a Espada Imortal novamente, desviei de muitos ataques com as lança de vários modos: pulando, rolando, com a espada e etc... Mas na última vez eu parei, o monstro não era tão idiota e por isso mirava a lança alguns passos depois do que estamos quando ele toma impulso com as mãos.

A lança parou na minha frente, e eu a escalei correndo, pulei no braço do monstro e pulai por cima de sua cabeça e com a mão esquerda (eu estava de cabeça para baixo, no meio de um mortal) agarrei a lança, assim meu corpo parou de ir em frente, e foi com tudo para colidir com o pescoço do monstro, quando eu firmei meus pés ali e finquei a espada em um ponto ao lado da lança.

- Nicole, distraia ele! – Berrei, pois ele tentava me tirar dali – Só preciso de alguns segundos! – Eu pretendia descer pelo pescoço dele com a espada e a lança, percorrer as costas dele riscando-o duplamente, porém estava difícil descer as lâminas e eu sabia que depois que começasse a tomar embalo as lâminas só parariam quando ele se desintegrasse. Precisava deste tempo.

Nicole atirou um jato d’água no monstro, que por sorte se irritou. Ele duelavam, Nicole tinha rápidos movimentos que a impediram de ser morta ali mesmo, porém um forte ataque do monstro a feriu, ela segurava suas espadas em um ‘X’ sobre a cabeça, pressionada pela lança do monstro e tendo uma parte da lâmina enfiada no ombro. Desisti da minha ideia.

Peguei a espada e coloquei-a na cintura, já a lança eu empunhei e corri pelo corpo do canadense até chegar ao seu cotovelo, finquei a espada no braço dele – na parte de trás do cotovelo... Não sei o nome – E ele soltou a sua lança.

- Nicole! – Gritei enquanto escalava o monstro correndo – Vá para a enfermaria! – pulei mirando o pescoço do Lestrigão, estava quase lá quando ele aproximou seu braço de mim “se ele me empurra é meu fim!” eu girei e apoiei o pé no braço do gigante, estava completamente deitado e quando comecei a inclinar apontando a cabeça para o chão, peguei mais impulso e fui em velocidade, cravei a espada no peito do monstro que com a força da queda fez um risco no Lestrigão.

Ao mesmo tempo, Nicole – ignorando meu pedido – Puxou forças de sei-lá-onde e deu um corte a diagonal no montro, depois girou e o cortou-lhe as pernas. Sem equilíbrio, o canadense sumiu e deixou-nos ofegantes no chão, finalmente livres...

As forças de Nicole sumiram, ela perdia sangue demais e estava branca e gélid – o estado normal de um filho de Hades, Porém não é o caso dela – Eu não podia deixa-la sozinha ali enquanto chamava Quíron, nem poderia ficar ali por muito tempo, dois semideuses dos 3 grandes num local repleto de monstros... Sem comentários...

Nicole achava que estava bem, me convenceu de que conseguiria, porém nem deu um passo quando ela caiu pra frente, desacordada. Nicole estava muito fraca e então eu to uma atitude drástica

Como era a única saída, peguei-a no colo e a carreguei até a orla da floresta, cuidando para que ninguém a visse em meus braços, larguei-a na árvore mais próxima e gritei por Quíron. O centauro apareceu galopando segundos depois e nos parabenizou pela vitória. Levamos Nicole para a enfermaria enquanto eu contava a ele como ocorrera a luta. Quíron entrou na enfermaria logo após eu acabar de contar – eu tirei a parte de carrega-la, óbvio – e eu me dirigi ao meu chalé, para voltar ao meu descanso e meu Rock ’n Roll.

Observação:

Post em conjunto com Nicole Blake
Abaixo, o post da mesma

________________
Atualizado por Lady Perséfone






Spoiler:



Vantagens:
Ambidestria - Furtividade - Mente Inacessível

Desvantagens:
Curiosidade - Intolerância (pessoas irritando outras sem motivo) - Hábitos Detestáveis (cuspir o tempo todo)



- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
CONSELHEIRO-CHEFE DO ACAMPAMENTO

LÍDER DO CHALÉ DE HADES




- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
avatar
Cassius Bellasco
Filho(a) de Hades

Mensagens : 206
Dracmas : 189
Data de inscrição : 11/08/2012
Idade : 23
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de RPG
Vida:
250/250  (250/250)
Nível: 5
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nicole Blake em Dom Out 28, 2012 8:51 pm

Como não queria demonstrar que tinha pressa ou animação demais, Nicole chegou caminhando normalmente na orla da floresta. Vinha do refeitório onde acabara de jantar e repor boa parte de sua energia e sentindo-se bem renovada e pronta para o que quer que fosse que Quíron tinha planejado de treinamento para ela. Porém, quando se aproximou mais, notou que o professor centauro conversava com seu primo Cassius, filho de Hades.
- Finalmente! - Quíron disse, aparentemente animado. Nicole o olhou, confusa. - Ah, que bom que chegou... Eu preparei um treino especial para vocês!
A filha do deus dos mares arqueou ambas as sobrancelhas e olhou para Cassius, olhando para o centauro novamente.
- Um belíssimo Lestrigão!
- Tá brincando, né? - disse Cassius, aparentemente surpreso. - Um Lestrigão? Como se fosse um passatempo?
- Um lestrigão? Ah, que ótimo... Da última vez que vi um ele me vez cair do teto de um prédio bem alto... Só não morri na queda por Sirius me pegou no ar! - Nicole dissera, com um sorriso no rosto ao se lembrar do primeiro desafio de sua missão.
Olhou para o primo Cassius, filho de Hades, e sorriu, acenando com uma mão de modo tímido. Quando voltou o olhar para o centauro, sacou as espadas, ansiosa por aquilo.
Ouviram rugidos furiosos vindo de algum lugar e não hesitaram em correr para a fonte deles. Cassius ia na frente e Nicole logo atrás com suas espadas já em mãos. Seria o melhor treino, o primeiro, dessa forma, que a filha de Poseidon teria ali e era ótimo!
Nicole, que corria com suas espadas em mãos, a especial que soltava água na mão esquerda, e a de bronze celestial na direita. Sorriu de leve quando viu ser um lestrigão com lança e ficou surpresa com a velocidade de ataque dele no momento que partiu em assalto contra Cassius. "Woow", pensou, assistindo a impressionante esquiva do ataque do primo. Ele era rápido também. Pensou que seria assim um dia. Por isso treinava bastante.
Então, para não perder tempo e vendo que era esse o momento, avançou em ataque duplo contra o canadense, antes que este puxasse de volta sua lança e atacasse novamente. Por ele ser alto, Nicole deu um salto, ascendo suas espadas ao céu e logo descendendo-as com força e velocidade, mas fora defendida pela lança, de última hora, causando um choque entre metais e um som estridente de Twiiiinn! no ar.
Enquanto seus braços tremiam pelo esforço que fazia, com suas espadas, contra a lança, disse, por entre os dentes, para Cassius:
- Aproveita que ele tá ocupado comigo! Ataque-o!
O canadense empurrou Nicole para trás. Como ainda estava mais ou menos no ar, ia sair voando se não fosse as habilidades acrobáticas de combate que ela treinara algumas vezes e permitiu que ela caísse no chão de pé. O monstro ia atacando seu primo outra vez com a ponta de sua lança, contra o abdômen dele. Nicole quase ia gritando por seu nome quando viu a maestria de Cassius para uma defesa difícil e ataque que dera, com sucesso. Mas o monstro não se desintegrou.
- Droga... - murmurou Nicole, mas ficou contente que Cassius estava bem mesmo depois de ter sido jogado para longe.
Novamente a filha de Poseidon não hesitou ou teve medo de avançar em mais um ataque. Era um canadense forte e ela via isso, Quíron não manerou na escolha. E foi quando teve uma surpresa. Por puro reflexo Nicole moveu a cabeça para o lado a tempo de não perder a cabeça mas a ponta afiada da lança passara de raspão e fizera um corte superficial na sua bochecha esquerda. O coração palpitou forte pelo susto. Não obstante, atacou a espada de bronze celestial, causando só um corte de leve na perna do canadense. Este, por sua vez, girou a lança e tentou outro ataque, desviado para o lado rapidamente com a espada especial de Nicole que o atacou em seguida com a de bronze celestial.
Tudo logo aconteceu muito rápido. Uma lança surgiu na cabeça do lestrigão que lembrou um zumbi com algo enfiado na cabeça e ainda andando. Cassius avançou, esquivando-se e defendendo-se com habilidade de um guerreiro. Quando viu, ele já estava na cabeça do lestrigão e Nicole boquiaberta vendo aquilo, só acordou quando ele pediu que ela o distraísse.
- Ah, sim, claro! - respondeu ela, prontamente.
Esguichou água na cara do canadense, com a espada especial, para chamar atenção e irritá-lo. Teve que defender dois ou três ataques com suas espadas, sempre ouvindo-se o choque impressionante dos metais. A filha de Poseidon então curvou o corpo para trás, tipo matrix, para não ser cortada ao meio e saltou para o lado e, por reflexo, quase não defendeu outro ataque. É, a água irritou o canadense que até se esqueceu de Cassius nas costas dele. Tentou atacar mas só fez um corte na barriga do monstrengo, que ergueu a ponta aos céus em fúria.
"Oh, deuses...!"
Preparou uma impressionante defesa, pondo ambas as espadas em X acima da cabeça quando a lâmina da lança chocou-se. Fora usada uma força tão grande que Nicole não seguro muito o impacto parte da lâmina entrara em seu ombro direito e a fizera, também, apoiar um joelho no chão. A dor era horrível. Ela ainda fazia força para cima, querendo tirar a lâmina ou simplesmente mantê-la onde estava para não descer mais e ter o braço cortado fora.
- CASSIUS!! - gritou ela, desesperada, não aguentando mais. Os braços doíam com o esforço.
O resto não conseguiu ver ou acompanhar, nem soube o que se sucedera, porque tinha fechado os olhos para empurrar mais forte a lança, que, de repente, saiu de seu ombro pra alguma coisa. Quando abriu os olhos, Cassius tinha as espada crava no peito do monstro que ainda não se fora. "Caramba, bicho irritante.", pensou enquanto, tirando forças de algum lugar dentro de si, e com dor, avançou e cortou o monstro diagonalmente com a espada da mão direita, sem atingir Cassius, e girou o corpo, agachando-se para cortar as pernas dele com sua espada especial, a da mão esquerda. Isso fez o canadense urrar em dor, perder o equilíbrio e cair de costas, desintegrando-se e deixando os dois semideuses, ofegantes, no chão.
- Eu estou bem... Não é um corte pavoroso... Posso andar ainda. - disse ela, sorrindo, depois de ver a cara preocupada do primo, enquanto tentava se por de pé e guardar suas espadas nas bainhas.
A dor no ombro era terrível, mas suportável... Ou pelo menos achava que era suportável.
Ela tentava transparecer que era forte e que aquele ferimento não era nada. Sorria para transparecer segurança mas, quando deu o primeiro passo para frente, a cabeça pesou e logo sentiu o corpo, involuntáriamente, inclinar-se para frente enquanto tudo ia ficando escuro e seus sentidos, indo embora.
O que aconteceu depois, Nicole não sabia mais. Tinha desmaiado.

Treino Conjunto com Cassius

______________
Atualizado por Perséfone




Vantagens:
Sorte e Ambidestria [1ponto]

Desvantagens:
Código dos Heróis, Curioso, Intolerância [Machucar Inocentes]

avatar
Nicole Blake
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 250
Dracmas : 863
Data de inscrição : 22/08/2012
Idade : 23
Localização : Posso estar em qualquer lugar, rs.

Ficha de RPG
Vida:
220/220  (220/220)
Nível: 6
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Isadora Souza em Seg Out 29, 2012 8:47 am

Eu tinha acabado de chegar ao acampamento, não sabia manusear uma espada muito bem.
-Para isso servem os treinos – disse Quiron, me animando.
Eu peguei uma espada de treino e me dirigi ate a arena, afinal, eu era uma filha de Atena, tinha que saber lutar. O instrutor começou ensinando algumas técnicas básicas para usarmos contra os bonecos e depois fomos para as duplas, ele fez uma demonstração com um garoto baixinho que acabou saindo com um corte profundo na mão, ele pediu uma pausa e levou o garoto para a enfermaria. Eu fiquei nervosa, se um garoto que estava no acampamento há mais tempo que eu saira ferido, eu ia ser acidentalmente morta.
Ele voltou e separou as duplas, eu fiquei com uma garota loira que eu não sabia o nome, mas ela me dava medo. Ela começou a me atacar furiosamente, eu defendia, a cada ataque, mas comecei a perder as forças, eu estava cansada, e com arranhões e pequenos machucados por meus braços, pernas e rosto, mas ela não parava de me atacar. Ela investiu pra cima de mim, e eu saí do caminho, a investida foi forte, ela desequilibrou e caiu. Aproveitei o momento para colocar-le a espada a centímetro de seu pescoço e sugeri que desistisse. E ela o fez, também estava cansada, se virou e voltou para o chalé.
________________
Atualizado por Perséfone
avatar
Isadora Souza
Devoto(a) de Hera

Mensagens : 8
Dracmas : 29
Data de inscrição : 28/10/2012
Idade : 19

Ficha de RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Nível: 2
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Zack Stuart em Seg Out 29, 2012 4:13 pm

Minha vez tinha chegado, eu estava nervoso mas não podia dar para trás, era questão de honra..
Era um dia comum, eu estava com minha lança e meus escudo, eu estava indo para a Arena treinar. O dia estava nublado, o Sol não queria iluminar hoje, mas a Arena continuava bonita, eu entrei mas quando estava arrumando um boneco., eu ouvi um comentário de um filho de Atena.
-Viu a filha de Dionísio que falhou e acabou levando nossa irmã querida a morte, essa tal de Misa era uma fraca.
Meu sangue ferveu, eles estavam falando mal de minha irmã, tudo bem que eu não a conhecera mas era família.
-Repete o que você falou cara.-Disse o empurrando.
-Qual é? Hum...... você é filho de Dionísio, também deve ser fraco.
Eu segurei minha lança mais forte,ele pegou sua espada, assim como seus dois irmão. Eu então falei:
-Vamos ver quem é fraco, eu e você agora.
-Pode ser.

Um circulo humano foi formado, eu peguei meu escudo, finquei minha lança no chão, coloquei minha adaga no cinto, recuperei minha lança e disse:
-Estou pronto.
-Eu também.-Disse o meu adversário segurando um espada e um escudo.

Ele saiu na minha direção para me golpear no braço que segurava a lança, mas girei e defendi como escudo, ele me golpeou com o escudo na direção do rosto,mas eu sabia desse movimento, abaixei e estoquei com a lança na barriga. Ele deu um salto para trás, mas eu o golpeei com meu escudo na barriga dele o levantando e depois quase o acerto com minha lança, se ele não se defendesse com a espada.

Ele se recuperou, mas ainda estava meio tonto então parti para o ataque, ele menosprezou e achou que seria fácil, mas tenho treinado duro, quero orgulhar meu pai, então eu o ataquei no ombro coma lança, um corte foi feito e ele soltou o escudo, mas ele foi rápido e me tirou a lança com um golpe que arrancaria minha mão se não a soltasse.

Ele tentou recuperar o escudo mas lancei o meu na barriga dele o fazendo recuar, peguei minha arma favorita, minha adaga e fui para cima, ele tentou me atacar meu pescoço, maseu desviei, golpeei o joelho dele e ele arqueou, eu nocauteei com o cabo da minha adaga o levando ao chão.

-Quem é o fraco agora?- Perguntei pegando minhas coisas e indo embora.
_________________
Atualizado por Perséfone




lol!

Montaria:


Amada=Merida Valentina Sídhes.
avatar
Zack Stuart
Filho(a) de Dionísio

Mensagens : 404
Dracmas : 209
Data de inscrição : 17/06/2012
Idade : 22
Localização : Los Angeles- Porta do Submundo

Ficha de RPG
Vida:
190/190  (190/190)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nicole Blake em Seg Out 29, 2012 5:59 pm

Depois do lestrigão, Nicole iria treinar com espadas de madeira novamente. Mas com quem? Olhou se o irritante filho de Ares estava ali para batalhar com ela e provar que tinha melhorado e muito seu combate com armas. Aguçou o seu olhar até encontrá-lo jogando conversa fora com um, achou ela, filho de Ares.
"Irmãos, que ótimo.", resmungou mentalmente, caminhando até eles com duas espadas de madeira em suas mãos.
Os dois campistas notaram a aproximação dela e o John, com um sorriso de troça, provocou:
- Nicole... Veio aqui para apanhar novamente?
- Não. Vim aqui para derrotá-lo dessa vez.
Ele ficou possesso com aquilo e avançou sem aviso prévio. Espera... Não somente ele, mas o outro filho de Ares também. Seriam, então, dois contra um? Que injusto... Mas ótimo para Nicole provar do seu valor.
Com maestria e rosto austero, a cria de Poseidon moveu as espadas para defender os golpes. A da mão esquerda, estava com a ponta virada na direção do chão, defendendo um ataque horizontal; já o braço direito estava um pouco mais a frente de seu corpo, mais ao alto, contra um golpe vertical. Parecia que tinha sido super fácil tais defesas e, isso, aumentou a fúria do arrogante John.
- É... Então os boatos que ouvi são verdadeiros. - disso o outro filho de Ares. Seu nome era Jack.
- Que boatos? - perguntou Nicole.
- O treinamento que Quíron passou para você e o filho de Hades... Os fizeram melhores com as espadas. - cuspiu, John, as últimas palavras. - Malditos ambidestros.
Aquilo arrancou um sorriso orgulhoso do rosto de Nicole que os empurrou com suas espadas de madeira e partiu em assalto contra eles. Com a espada direita ela girou obliquamente contra Jack, junto com seu corpo, agachando-se em esquiva do ataque de John e brandindo a esquerda contra as costelas dele. Ambos grunhiram em dor.
Possesso, John atacou Nicole, em meio a sua dor, contra seu rosto de modo covarde com a espada, fazendo-a cair para o lado, desorientada.
- Trapaceiro... - resmungou Nicole.
Logo, por reflexo, ela rolou para o lado em esquiva e colocou as duas espadas em X na frente do corpo para defender outro ataque surpresa, dessa vez de Jack. Agora era a filha de Poseidon que havia se irritado. Com ímpeto assassino, ergueu-se de pé rapidamente, empurrando Jack com suas espadas, para abrir sua defesa e dar uma pancada no rosto do semideus, desacordando-o.
Sem notar a aproximação de John, a semideusa levara em cheio um golpe em suas costelas e virou-se para o embate entre espadas de madeira. Uma sucessiva orla de ataques e defesas começou. Campistas começaram a se aglomerar ao redor dos dois semideuses. A rixa entre os dois tinha ficado conhecida esses dias.
"Ele tem se aprimorado... He, ele é ótimo guerreiro, esse filho de Ares."
Para por um fim nisso, Nicole defendeu uma estocada vertical e deu dois passos para nordeste, ficando ao lado de John. Abaixou-se movendo o braço direito para trás, querendo impulso e força, e golpeou a parte de trás do joelho esquerdo o semideus, obrigando-o a ficar de joelhos. Com a outra espada, Nicole bateu contra a mão dele que portava a arma, fazendo-o soltá-la.
Fim da batalha. Nicole apontava a espada contra o pescoço de John, ajoelhado à sua frente. Os campistas ao redor batiam palmas.
- Quem é que se ajoelhou agora? - zombou Nicole, sorrindo.
- Não vai ficar assim...
Depois o semideuses ficou de pé, Nicole guardou as espadas de madeira e saiu dali para jantar, satisfeita pela vitória.
____________________
Atualizado por Perséfone




Vantagens:
Sorte e Ambidestria [1ponto]

Desvantagens:
Código dos Heróis, Curioso, Intolerância [Machucar Inocentes]

avatar
Nicole Blake
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 250
Dracmas : 863
Data de inscrição : 22/08/2012
Idade : 23
Localização : Posso estar em qualquer lugar, rs.

Ficha de RPG
Vida:
220/220  (220/220)
Nível: 6
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Cassius Bellasco em Seg Out 29, 2012 8:03 pm

Cheguei à arena, eram nove horas da noite – ou mais... - e eu acabara de jantar, levava comigo minhas armas reais de batalha, e não as de madeira como costumavam fazer – eu nunca fiz como costumavam fazer em nada – olhei em volta, em busca de um parceiro para duelar, poucos tinham o hábito de levar armas reais para a arena, porém sempre podia contar com um ou dois idiotas para lutar.

Um filho de Ares que era meu fiel adversário se apresentou, porém Quíron logo viu nossa pretensão e nos barrou.

- Vai me colocar a matar lestrigões denovo? – Perguntei sarcasticamente – Porque o de ontem não queria morrer de jeito nenhum...

- Cassius, claro que não - Falou severamente o centauro, ele se virou e mostrou dois novatos - Filhos de Hermes, são ágeis, ensine-os, você e seu amigo, algumas formas de lutar.

- Amigo? Aonde? - Ele sorriu e foi embora - Legal... Somos babás!

- Não estou feliz por isso também... - Falou ele indignado - Mas é melhor fazermos...

- Claro... - Me virei para eles - Observem, depois vamos praticar... - Dizendo isso eu puxei a Espada Imortal do meu cinto, ele voou apontando a lâmina para o chão, peguei-a no ar quando ela se expôs completamente e girei-a para segura-la corretamente.

O maldito filho de Ares percebeu o que eu ria fazer e puxou seu escudo, defendeu o ataque surpresa colocando o escudo sobre a cabeça, cada um deu um salto para trás e empunhou uma espada - Ele empunhou uma espada normal, ficando com uma espada e um escuda, já eu, duas espadas – Posicionamos-nos em nossas devidas formações de batalha.

- Odeio você e estas duas espadas... – Mugiu o boi daquele filho de Ares – Mas eu me viro com um escudo...

- Eu luto com a arma que estiver disponível, e você apanha delas mesmo tendo as que escolher – Falei irritado, e parti pra cima, fingindo um ataque por cima, e ele protegeu-se como fez da vez anterior. Pulei e pisei no escudo com o pé esquerdo e com o direito dei um chute nele – Você é capaz disso?

Ele grunhiu e avançou, rolei para o lado, e ele parou, voltou a atacar, usando apenas uma espada... Admirei sua coragem, porém ri de sua burrice. Ele me atacou, defendi-me com a Espada de Bronze Celestial na mão esquerda e girei meu corpo para não dar de cara nele – achei que ia ser bem estranho a visão de ele colidir de frente com minhas costas... – e dei um coice nele.

Ele não voou para trás, e eu queria que isso acontecesse, ele só perdeu a noção do que estava fazendo enquanto gemia de dor. Aproveitei e o desarmei, joguei sua espada perto do escudo – ou seja... Muito longe – Ele tomou sua posição normal e pegou uma coisa muito apelativa para uma exibição... Uma serra elétrica que corta até metal.

- Meio apelativo, não? – Sorri, e ele avançou, desviei facilmente – Filhos de Ares ficam mais burros quando agem impulsivamente, não acha? – Ele voltou a atacar, desta vez foi por pouco mas eu consegui sair da linha de fogo, e antes que ele parasse eu chutei seus pés, ele caiu e quase arrancou sua cabeça fora, por sorte – sorte dele... Não minha... – A serra caiu longe dele.

A cria do deus da guerra se levantou, e quando se virou se deparou com duas espadas, uma que tinha a ponta da lâmina a centímetros de seu gogó e outra que ia por trás de seu pescoço. Tirei as espadas dali e chitei-o em seu peito, fazendo-o cair CE costas no chão a alguns metros dali.

Dirigi-me aos garotos. Explique-os que: agir sem pensar é a maneira mais fácil de perder uma guerra, que a força bruta de nada vale se não usar a inteligência e ou agilidade e que é bom sempre saber usar outros tipos de armas mesmo que apenas um dos tipos lhe agrade.

- E é por isso que os filhos de Hermes são ótimos! Podem contar com sua agilidade e velocidade ganhando tempo para pensar e cansar o adversário – Eu me sentei ao lado deles e cochichei – E os de Ares quase sempre perdem... Bom, voltem aqui amanhã, quero ensina-los sem ter um impulsivo por perto...

Assim sai dali, sem vergonha alguma de ter ignorado as ordens de Quíron, eu fui para o templo, como pensei em ter feito antes de ir para a arena.

*Obs:
"- Odeio você e estas duas espadas... – Mugiu o boi daquele filho de Ares – Mas eu me viro com um escudo..."

Créditos à Nicole Blake no post acima! (tirando a do boi e do mugiu)

------------------------------------------------
Atualizado por Quíron.






Spoiler:



Vantagens:
Ambidestria - Furtividade - Mente Inacessível

Desvantagens:
Curiosidade - Intolerância (pessoas irritando outras sem motivo) - Hábitos Detestáveis (cuspir o tempo todo)



- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
CONSELHEIRO-CHEFE DO ACAMPAMENTO

LÍDER DO CHALÉ DE HADES




- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
avatar
Cassius Bellasco
Filho(a) de Hades

Mensagens : 206
Dracmas : 189
Data de inscrição : 11/08/2012
Idade : 23
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de RPG
Vida:
250/250  (250/250)
Nível: 5
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Zack Stuart em Ter Out 30, 2012 5:44 pm

Eu entrei na Arena um pouco animado, estava perto de sair em missão e queria dar um gás final nesses últimos treinos. "Eu tenho que provar que sou forte" esse era o pensamento que me animava a cada vez mais buscar ser o melhor.
Eu carregava minha lança e nas costas pendia meu escudo. Eu era esperado por um novo amigo meu, o Paul. Ele é filho de Hefesto, sua aparência e diferente, é magro e em relação aos seus irmão e fraco, mas tem um criatividade que supera a de seus irmão, ele mec hamou para verse sua invenção estava boa.
Era um autômato de bronze, segurava nas mãos uma espada e um escudo com o mesmo material.
-Ele foi programado para treino.- Disse o Paul com um sorriso no rosto pelo seu êxito.
-E se ele me tombar no chão.
-Basta falar "para" que ele para.
Nesse mesmo momento, o destino brincou com agente, o autômato se moveu, segurou sua espada e me atacou. Eu me defendi segurando a lança contras eu golpe, rolei e peguei meu escudo.
-Pare.- Disse Paul mas o autômato não obedeceu.
-Que beleza, um robô com defeitos.... Como para essa coisa agora?
-Tem que cortar a cabeça.é o centro de informações.

Eu parti em sua direção e golpeei com a lança, mas ele se defendeu e contra atacou mas eu coloquei meu escudo na frente. Eu procurei uma brecha, mas ele me golpeou de novo e eu tive que sair de perto, então eu ouvi um ranger vindo de suas pernas, devia ser uma falta de óleo mas seria ali que atacaria. Eu corri, esperei o seu golpe, desviei, dei um golpe com o escudo na perna dele, ele ajoelhou, eu não exitei, lhe decepei com a ponta da minha lança.

-Valeu Zack.
-Foi até bom por que eu acabei treinando.

Nós rimos e depois saímos dali.

------------------------------------------------
Atualizado por Quíron.








lol!

Montaria:


Amada=Merida Valentina Sídhes.
avatar
Zack Stuart
Filho(a) de Dionísio

Mensagens : 404
Dracmas : 209
Data de inscrição : 17/06/2012
Idade : 22
Localização : Los Angeles- Porta do Submundo

Ficha de RPG
Vida:
190/190  (190/190)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Cassius Bellasco em Ter Out 30, 2012 9:30 pm

Depois de comer, fui até o refeitório, onde tinha marcado com Nicole, e a esperei por um tempo – eu tenho que comer mais, eu acho – e então ela chegou com suas armas.

- O que vai ser agora? – Perguntei a ela – Espadas?

Ela assentiu, e falou algo sobre como que treinaríamos já que nem sabíamos onde estava Quíron, porém estava distraído vendo meu velho e querido inimigo filho de Ares, que vinha acompanhado de sua trupe, uns 8 ou 9 ‘amigos’ do valentão que faziam do Acampamento Meio-Sangue um lugar alguns passos mais próximos da escola.

- Olá caveirinha! – Disse o garoto – Ta afim de lutar hoje?

- Não enche cara... – Disse eu – Hoje vou treinar com alguém que sabe lutar de verdade...

- Ah sei... – Disse ele analisando Nicole de cima a baixo – É a filha de Poseidon, não? Só podia... Esses caras se acham os melhores pois são filhos dos três grandes...

- É, outro dia mesmo ela me fez ajoelhar diante dela... – Falou um cara da trupe, enquanto encarava Nicole. - Não é, cabeça de alga?

- Não! Eu o golpeei e você caiu... De joelhos. – Falou Nicole, enraivecida. - E não nos achamos os melhores porque somos filhos dos Três Grandes.

A trupe inteira riu de Nicole, deixando-a mais irritada, e eu simplesmente cansei de ouvir besteira. Encarei o meu arque rival e disse:

- Tudo bem então, venham de dois em dois! – Falei enquanto caminhava de costas para dentro da Arena e empunhava duas espadas – Preferem ficar mortos ou gravemente feridos?

Nicole juntou-se a mim, e chamou-os para que viessem todos juntos. Filhos de Ares e suas trupes seriam tão covardes assim? Claro! Nem pensaram duas vezes, vieram para cima com força total.

Eu falei que o meu arqui rival tinha 8 ou 9 na sua trupe? Acertei! Eram 9, com mais ele eram 10. O primeiro dos 5 que vieram em mim passou voando por minha cabeça parecendo o Buzz Lightyear – só que com uma espada na mão – quando me agachei, outros dois atacaram na altura de meu peito, e desarmei-os com um só golpe da Espada Imortal.

Eu ia recuando conforme lutava, quando ia enfrentar o 4º, que era meu arqui rival, beti de costas com Nicole, que lutava contra 4, o 10º, que havia sobrado na luta veio me atacar - e me mataria – porém Nicole me defendeu.

Levantei a espada do filho de Ares na minha frente com um chute, e na sequencia, chutei de novo, porém agora o seu peito, fazendo-o voar alguns metros. Me virei e tomei para mim os dois semideuses que pressionavam Nicole, deixando-a livre para lutar dignamente com outros 8... Sorte que alguns estavam no chão.

Nicole ia mal... Tinha um cara prestes a mata-la... Eu deveria defende-la, e então comecei a agilizar as coisas pro meu lado. Eu duelava contra dois, tranquilamente, cada um usava uma espada, e eu duas. Peguei em um golpe por cima a espada de um e forcei-a para baixo, obrigando-o a solta-la e o dei um belo soco na cara – usando o punhal da espada – fazedo-o desmaiar.

Agora eu tinha duas espadas reser vadas para um só e então eu dei uma saraivada de golpes fazendo o filho de Ares ficar de olhos arregalados com a velocidade, e como tinha apenas uma espada, não deu conta de todos, quando percebi que ele não pegaria o golpe, fiz ele diminuir a intensidade, fazendo apenas um corte na perna do garoto, que caiu no chão.

Corri em direção a Nicole e dei uma voadeira no cara que estava a frente dela, e então me levantei rapidamente e comecei a duelar contra ele, enquanto pensava “Um está impossibilitado de se mover e o outro desmaiado... Faltam só 8!”

Nicole perguntou-me quanto eu tinha derrubado, pois ela tinha derrubado dois – na verdade depois de falar ela derrubou um terceiro – porém eu não respondi, eu acabara de chamar a responsabilidade de mais dois depois de empurrar aquele que estava em cima de Nicole para longe.

Eu me agachei para desviar do golpe de um dos dois e atravessei a perna do outro com a Espada de Bronze Celestial, e ele caiu no chão gemendo e gritando. Nicole parecia ter se dado mal novamente... “Ela sempre se machuca?” pensei, “droga!” neste momento distraído em recebi um corte no braço direito.

- Cara... Tu sujou minha camisa! – Falei irritado – De sangue!

Eu investi contra ele, e quase o matei de raiva, se não fosse aquele idiota do meu arqui rival... Eu lutava contra os dois, sinceramente, meu arqui rival dava um banho naquele outro idiota, então eu só me defendia dele enquanto tentava tirar o idiotazinho que sobrara da luta.

Eu consegui duelar por dez segundos com meu arqui rival e joga-lo – empurrando-o com as mão – para longe, e então corri para o outro, dei um salto e abaixei a lâmina. O garoto ficou apavorado, a lâmina tinha tamanho o suficiente para entrar em sua cabeça e ir até o fim de suas costelas, ele seria morto inevitavelmente.

“Não posso mata-lo” pensei “Quíron nunca me perdoaria e ainda me expulsaria” e então fiz a coisa mais inteligente do mundo – depois de me certificar que não daria certo virar a espada para apenas o punho bater nele, pois não dava tempo – eu chutei a cara dele com toda minha força e o fiz atravessar a arena desacordado e cair no chão quase - mas não – morto.

Agora era o seguinte, eu e meu arqui rival – que eu preciso saber o nome... – contra Nicole e aquele cara que ficava encarando ela. Eu girei as duas espadas na mão, meu braço direito – o mais forte – doía sem parar, mas eu levava essa luta tranquilamente até um final vitorioso.

O cara veio correndo em minha direção abusando de sua burrice, – eu já o avisara quais são meus pontos fracos... Ele não aprendia mesmo... – Eu sai de seu caminho e quando ele conseguiu parar eu o alcancei e pulei, dando um chute em suas costas e fazendo-o cair no chão.

- Aprenda a lutar! – Disse eu, lançando para ele minha Espada de Bronze Celestial e pegando uma Espada de Ossos recém conjurada do chão – Não vou lutar com um babaca novamente.

- Você tem que parar com essa ironia e imprudência! – Ele veio correndo com sua espada e a minha, e atacou-me duplamente – Aaaaaaaarg!

- Tudo bem Sr. Prudencia, tome isso! – Eu defendi apenas erguendo minhas espadas e segurando com força as dele, formávamos dois ‘X’ com as 4 espadas, então eu Fiz força para abaixar as pontas das minhas espadas, foi difícil, as órbitas dele pegavam fogo, e as minhas estavam mais negras do que nunca.

A chama dele se apagou, as espadas caíram no chão, eu larguei as minhas e empunhei duas Adagas de Plantina e dei um mortal por cima dele, agarrei-o por trás colocando uma adaga em seu pescoço e uma no meio de sua coluna.

- Me diga então... – Falei – Qual é seu nome?

- Mark! – Falou ele – E me solte agora!

- Ainda acha que manda? Mark – Disse eu – Eu discordo... – Empurrei ele para frente, e antas que se afastasse demais eu dei um volêio no ar e acertei sua cabeça, fazendo-o cair desacordado.

Guardei minhas espadas, Nicole aproximou-se de mim e comemorou, eu consegui dar um sorriso, porém precisava de um eterno descanso depois de tudo isso... Despedi-me dela e fui para meu chalé, descansar um pouco.

Treino em conjunto com Nicole Blake
Abaixo o post da mesma

------------------------------------------------
Atualizado por Quíron.






Spoiler:



Vantagens:
Ambidestria - Furtividade - Mente Inacessível

Desvantagens:
Curiosidade - Intolerância (pessoas irritando outras sem motivo) - Hábitos Detestáveis (cuspir o tempo todo)



- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
CONSELHEIRO-CHEFE DO ACAMPAMENTO

LÍDER DO CHALÉ DE HADES




- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
avatar
Cassius Bellasco
Filho(a) de Hades

Mensagens : 206
Dracmas : 189
Data de inscrição : 11/08/2012
Idade : 23
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de RPG
Vida:
250/250  (250/250)
Nível: 5
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nicole Blake em Ter Out 30, 2012 9:30 pm

Ela tinha se encontrado com Cassius no refeitório. Portava suas duas espadas que sempre usava nos combates. Ouviu a pergunta do primo e sorriu, respondendo:
- Sim! Só não sei exatamente como treinar hoje... E não vi Quíron em lugar algum desde que acordei.
Cassius parecia distante e quando seguiu seu olhar viu a trupe dos filhos de Ares vindo na direção deles. Entre eles, estavam John, o chato. Nicole revirou os olhos e suspirou. Não entendia porque as coisas tinham que ser assim tão competitivas. Ou tudo era competitivo para a prole irritante de Ares.
- Olá caveirinha! – Disse um deles, talvez o líder – Tá afim de lutar hoje?
- Não enche cara... – Cassius resmungou – Hoje vou treinar com alguém que sabe lutar de verdade...
- Ah, sei... – Disse ele analisando Nicole de cima a baixo. Ela estreitou os olhos num olhar levemente zangado – É a filha de Poseidon, não? Só podia... Esses caras se acham os melhores pois são filhos dos três grandes...
- É, outro dia mesmo ela me fez ajoelhar diante dela... - meteu-se John, sorrindo provocativo enquanto encarava Nicole. - Não é, cabeça de alga?
- Não! Eu o golpeei e você caiu... De joelhos. - retrucou ela. - E não nos achamos os melhores porque somos filhos dos Três Grandes.
John e os outros riram do comentário da filha de Poseidon, irritando-a mais ainda do que estava antes. Ela cerrou os punhos com força e ia falar alguma coisa quando seu primo tomou uma atitude. Aquilo encorajou Nicole, que também andou até a arena, e sacou suas duas espadas de suas costas, encarando John nos olhos, como uma fera. Era uma menina, mas tinha o rosto de uma besta pronta para dar o bote e matar. Com as duas espadas nas mãos, a filha do deus dos mares apontou ambas para a trupe e disse:
- Dois em dois, primo? Que venham todos.
E a saraivada de semideuses que avançou em assalto contra os dois primos foi devastador. John vou o primeiro a encontrar a filha de Poseidon em um embate de espadas, mas ela também defendia o ataque de outro semideus. Livrou-se por um momento para esquivar-se de um corte diagonal e defender quatro espadas contra ela. Sim, eles estavam sendo covardes. E ela ainda teria a piedade altruísta de não feri-los gravemente porque senão Quíron ia dar um sermão longo e chato.
Quando se movimentou, cercada, deu de costas com Cassius que também batalhava com os outros campistas. Ele não viu um que se aproximava em ataque, mas Nicole viu e se desvencilhou da espada de John (que a atacara outra vez) para defender seu primo e, por reflexo, defender duas espadas contra ela do outro lado, mas não aguentou muito tempo porque era força demais contra ela.

Era hora da filha de Poseidon atacar também. Investiu em dois ataques, mas em dois semideuses diferentes, que se defenderam, mas um ela deu um rasteira derrubando e o outro deu um jeito de empurrá-lo contra outro que vinha. Chocaram-se e caíram desnorteados no chão. Deu uma olhadinha para ver como o primo ia, mas foi surpreendida com um chute em suas costas, quase caindo para frente. Era John que a tinha chutado e agora girava a espada num golpe de baixo para cima, diagonalmente da esquerda para direita. Nicole defendeu, mas achou confuso logo em seguida ele se agachar. "Mas o que...?!", uma espada vinha contra ela. Sim, alguém arremessara uma espada contra ela que, se não tivesse agido por instinto e rapidez na defesa com a outra espada, teria sido trespassada pela espada. "Por isso Quíron prefere madeira...", pensou. E, como se fosse um pássaro, Cassius deu uma voadora em ajuda à Nicole que estava em uma péssima situação ali contra vários. Cassius tinha derrotado dois, com mais dois da prima, faltavam 6 contra eles.
- Derrubei dois... E você? - perguntou ela enquanto defendia uma espada acima da cabeça e outra diagonal, por trás.
Curvou-se para o lado, esquivando-se e bateu, com a arte lateral e lisa da espada de bronze celestial, na coxa e depois na panturrilha de um semideus fazendo-o cair resmungando de dor. Cassius respondeu e ela, sorrindo, ofegante, completou:
- Ah... Agora foram três para mim.
Dois saltaram ao mesmo tempo, com suas espadas erguidas, e desceram em ataque contra Nicole, que os defendeu com suas duas espadas com alguma dificuldade por causa da força. A ponta de cada espada chegaram perto de sua cara e voltaram depois que ela empurrou-os para trás, afastando-os por um tempo.
- Sempre deixando a guarda baixa, cabeça de alga... - disse uma voz. Era John.
Antes que Nicole se virasse para encará-lo, recebeu um corte na parte de trás da coxa, obrigando-a a se apoiar em um joelho.
Ela rolou para o lado, numa chance de ficar de pé outra vez, mesmo que com dor, e lutou contra John e outro semideus. Cassius parecia ter sido ferido também.
"Quíron vai acabar nos expul... Pera, não, Dionísio vai querer a gente fora daqui...", pensou, temerosa.
- Ok, vou por um fim nisso e é agora!
E, como uma fera encarnada, uma mistura de tubarão branco com peixe espada, ela girou o corpo em ataque, agachou-se e se defendeu. Depois atacou várias vezes com velocidade e habilidade, movimentando constantemente seu corpo, girando-o, ziguezagueando. Até que sobrou apenas John.
A luta parecia equilibrada se não fosse Nicole com sua ambidestria contra John. Ambos lutavam numa série, cansativa, de ataques, defesas, investidas e estocadas que nenhum dos dois aguentava mais.
Para acabar com aquilo, Nicole investiu em um ataque vertical de baixo para cima com sua espada da mão direita, que era mais forte, já prevendo que seria defendida. E era isso mesmo que ela queria.
Quando conseguiu o que queria, e a disputas de forças começou, Nicole encarou John nos olhos que parecia sair fogo - ou água - de seus olhos verdes. Seu braço tremia devido ao esforço da força que fazia e notou que John também. Tinha que abrir a defesa dele logo e finalizá-lo.
- ROOOOOAAAAAARR!! - rugiu ela, empurrando a espada para cima com toda a força que podia.
E consegiu! John perdeu a espada, que voou longe, abrindo totalmente sua defesa. Com a espada da mão direita, Nicole a ergueu, possessa, como se estivesse fora de si. John implorou, arrancando assim um sorriso da filha de Poseidon, mas não foi o suficiente porque ela desceu a espada, controlando-se para não matá-lo, e desferiu apenas um corte superficial no dorso dele. John disse algo mas Nicole não conseguiu entender, e caiu desacordado no chão.
Ela suspirou, longa e pesadamente, de cansaço naquele momento e, quando vou ver se o primo estava bem, viu que ele também finalizava o seu oponente e assim terminava o treino. Guardou as espadas nas bainhas que ficava em suas costas e aproximou-se de seu primo.
- Yeah! Conseguimos! Ufa... Foi divertido. - disse ela, olhando as próprias feridas e, em seguida, todos os campistas caídos.
Despediu-se de seu primo, ajudando os campistas caídos e seus ferimentos e depois foi para o seu chalé, descansar.

Treino conjunto com Cassius

------------------------------------------------
Atualizado por Quíron.




Vantagens:
Sorte e Ambidestria [1ponto]

Desvantagens:
Código dos Heróis, Curioso, Intolerância [Machucar Inocentes]

avatar
Nicole Blake
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 250
Dracmas : 863
Data de inscrição : 22/08/2012
Idade : 23
Localização : Posso estar em qualquer lugar, rs.

Ficha de RPG
Vida:
220/220  (220/220)
Nível: 6
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nicole Blake em Qua Out 31, 2012 8:40 pm

O treino dessa vez iria ser diferente. Queria melhorar a velocidade de seus ataques durante suas batalhas. Como ia fazer isso? Simplesmente manejando espadas de madeira bem mais pesada que tinha de costume. Quando estava com elas em mãos, foi até um boneco de madeira para treinos e se preparou um pouco antes de começar alguma coisa.
O primeiro golpe que deu foi lento e desajeitado. Tentou com a outra mão e foi pior. Então, era só ficar golpeando como costuma lutar normalmente até que seus braços e mãos se acostumassem ao peso das espadas de madeira. Desferiu um golpe diagonal com as duas, cada uma de um lado como se sua intenção fosse cortar em X o boneco. Em seguida, agachou-se como se estivesse esquivando-se de um ataque e golpeou nas costelas com uma espada, dando um passo para o lado, girando o corpo para brandir a outra espada de madeira.
Simulou uma defesa com as duas espadas em mesmo tempo, outra e outra, que "abriu" uma brecha e atacou o boneco outra vez.
Os ataques com as espadas mais pesadas eram desajeitados ainda, apenas de tentar deixá-los mais firmes e mais rápidos com o tempo. Ainda faltava melhorar muita coisa nisso, porém os músculos doíam e viu que era a hora de terminar seus treinos e ir para o chalé descansar antes de sua missão.
_______________
Atualizado por Perséfone




Vantagens:
Sorte e Ambidestria [1ponto]

Desvantagens:
Código dos Heróis, Curioso, Intolerância [Machucar Inocentes]

avatar
Nicole Blake
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 250
Dracmas : 863
Data de inscrição : 22/08/2012
Idade : 23
Localização : Posso estar em qualquer lugar, rs.

Ficha de RPG
Vida:
220/220  (220/220)
Nível: 6
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nicole Blake em Qui Nov 01, 2012 6:41 pm

Novamente seu treino seria com as espadas de madeira bruta e pesada. Assim teria mais facilidade e habilidade na hora de manejar suas espadas normais em uma batalha justa e em missões. Procurou por elas, encontrando-as e finalmente testando-as no ar, um momento, vendo se era o mesmo peso do dia anterior. Treinaria sozinha por enquanto, usando essas espadas, depois, pensaria em fazer isso com outra pessoa e esperava que não fosse John, o Chato.
Então, posicionou vários bonecos de treino ao seu redor, simulando pessoas ou monstros lutando contra ela ao mesmo tempo, e começou tudo.
Um golpe horizontal no busto do boneco à direita, girando o corpo para o outro lado, com uma passada de movimento, e golpeando outro com sua espada da mão esquerda. Moveu o corpo para o lado e para o outro, como se esquivasse de ataques invisíveis e fez um giro de 360º com suas espadas, agachando-se no final, e, quando levantando-se, desferiu ataques verticais de baixo para cima em dois bonecos; um de cada lado.

Após um breve salto, brandindo a espada de madeira verticalmente para baixo, Nicole arremessou a outra pra o alto. Enquanto isso, golpeou todos os bonecos com somente uma espada, o mais rápido e ágil que podia e, calculando o tempo, pegou no ar a segunda espada. Nesse movimento mirabolante, ela fez golpes surpresas e fatais contra os bonecos, "matando-os" após finalizá-los com alguns ataques aqui e acolá.
______________
Atualizado por Perséfone




Vantagens:
Sorte e Ambidestria [1ponto]

Desvantagens:
Código dos Heróis, Curioso, Intolerância [Machucar Inocentes]

avatar
Nicole Blake
Filho(a) de Poseidon

Mensagens : 250
Dracmas : 863
Data de inscrição : 22/08/2012
Idade : 23
Localização : Posso estar em qualquer lugar, rs.

Ficha de RPG
Vida:
220/220  (220/220)
Nível: 6
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Akylli Nake em Dom Nov 04, 2012 8:51 am

Pelo visto, hoje seria um dia cansativo de treinos e mais treinos. Acabará de sair de um, de habilidades especiais. Além de cansada, estava um tanto impaciente. Pelo fato ocorrido anteriormente. Teria que esquecer isso e conter meu instinto vingativo. Bom, vamos para o próximo treino que será melhor, eu espero.
Sentada naquele banco, que contia mais dois garotos muito suados ao meu lado. Levantei-me e tentando conter minha timidez, pronunciei-me.
- Ér.. garotos.. Um de vocês treinaria espadas comigo? Hã.. Entenderei se não quiserem. - eu disse meio que gaguejando
- É claro, mas uma moça bonita assim.. Pode se machucar. - disse um dos meninos levantando-se
Ah, quando ele disse isso. Fiquei furiosa, por achar que só por que sou pequena - deve ser por isso - ele estava com medo de me machucar?. Definitivamente, eu iria usar toda a minha força. Ele é muito alto e forte. Acho que é filho de Hermes, os vi conversando. Só que minha memória não é lá muito boa.
Ao posicionarmos e já em mãos, a espada e o escudo de madeira. Começamos a lutar. Primeiramente, ele deu o golpe. Dando-me uma rasteira e colocando a espada sobre minha garganta. Mas o que? Não, não serei rendida assim. Teria que achar uma estratégia para vence-lo. Vamos, Akylli pense!!! Pense!. Chutei a perna dele, simplesmente. Ele caiu, até por ter pegado exatamente no joelho esquerdo. Só achei estranho, parecia que tinha machucado mesmo. Ou talvez ele tenha um problema de lutas passadas, no joelho. Pelo menos achei um ponto fraco dele. Fitei-o, gemendo no chão, é ele não estava bem.
- Você está bem ? - eu disse
- Não, tenho uma fratura no joelho. A um tempo, eu resolvi parar de lutar, mas acabei voltando e agora meu joelho está ruim de novo. Não acredito! - ele disse e logo em seguida um grito de dor.
Coitado, droga! Eu sempre machuco alguém ou me machuco! . Depois, ele foi para a enfermaria. Seu amigo o ajudou. E eu fiquei parada me culpando e enfurecida.
Há um tempo imóvel, avistei um boneco de areia. Peguei a espada e caminhei até este. Comecei a dar golpes fortes no boneco e assim cortando-o aos poucos. Descontar a raiva em um boneco, ótimo. Horas golpeando um boneco de areia, sentia até pena dele. Já destruído e eu com a 'cara fechada'. Resolvi parar, para que assim minhas mãos tenham um descanso merecido.
Sem perder tempo de procurar um banco vago, deitei sobre o chão mesmo. Fechei os olhos e fiquei descansando. Teria mais treinos hoje ainda.
___________
Atualizado por Perséfone
avatar
Akylli Nake
Ceifador(a) de Tânatos

Mensagens : 28
Dracmas : 92
Data de inscrição : 04/10/2012
Idade : 17
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha de RPG
Vida:
150/150  (150/150)
Nível: 3
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Samantha Aidan em Ter Nov 06, 2012 10:23 am

Não aguentei ficar parada no chalé de Hermes junto com os que ainda não foram reclamados. Precisava me mexer. Fui até o local de treino.
Chegando lá, encontro com Quíron, que me dá uma espada e me leva até a Arena. Alguns bonecos estavam posicionados. Encaixei a espada em minha mão, que por sinal cabia muito bem, e comecei a atacá-los. Fui atingida algumas vezes, mas me recuperei muito facilmente. Lutar é fácil - pensei. Eram cinco bonecos, no total, e eu já havia destruído 2. A cada boneco a dificuldade aumentava.
O último era o maior e mais difícil. Caí algumas vezes, mas consegui me recuperar. Dei o último golpe e o boneco desapareceu. Parei para reparar se tinha algum dano em mim, mas só tinha um joelho ralado devido a alguma das vezes que caí. Quíron apareceu e me parabenizou. Estava realmente me sentindo em casa.
___________
Atualizado por Perséfone
avatar
Samantha Aidan
Filho(a) de Éolo

Mensagens : 4
Dracmas : 16
Data de inscrição : 05/11/2012
Idade : 20
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Nível: 1
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Clary Weasley em Qui Nov 08, 2012 6:50 pm

Depois de um bom café da manhã, nada melhor do que queimar as calorias treinando. Estava nervosa, pois seria meu primeiro treino, mas me acalmaram. Encontrei alguns bonecos cheios de feno, achei melhor começar por eles. Não tinha nenhuma espada. Olhei de relance e encontrei uma, aparentemente velha, jogada no chão. Deve servir, pensei.
Puxei e ataquei um dos bonecos que deu uma balançada e saiu em minha direção. Ah, ótimo, eles também se mexem. Ele tentou me atacar perto do queixo, mas desviei. Outra tentativa, mas dessa vez perto da minha cintura. Consegui desviar 3 dos seus 4 ataques. Tentei atacar, e consegui com que um pouco de feno caísse de sua barriga. Ataquei novamente, mas dessa vez ele se defendeu.
O boneco tentou me atacar várias vezes, e só perdi duas. Consegui atacá-lo algumas vezes, e quando finalmente estava para dar o último golpe, ele jogou minha espada longe. Joguei-me no chão para tentar pegar, e com muito esforço consegui. Enfiei minha espada onde deveria ser seu coração, e o autômato se desintegrou.
Olhei para o lugar em que tinha encontrado o boneco, e me espantei quando vi mais 3 vindo em minha direção. Já estava cansada de lutar com um, e agora viriam mais 3? Respirei fundo e tomei coragem. Levantei e fiz algo que até eu me impressionei. Consegui atacar os 3, dando um rodopio. Saía feno de suas barrigas gordas, e eles tentaram me atacar ao mesmo tempo.
Consegui um arranhão no braço e outro na bochecha, mas desintegrei um deles. Só faltavam dois. Mantive meu pensamento positivo e os ataquei. O primeiro tentou me atacar, mas desviei e consegui acertar em cheio o coração do segundo. Ótimo, só mais um.
Era o mais difícil de desafiar. Ele lutava melhor que os outros bonecos, conseguindo me dar um bom arranhão no outro braço. Com dor e cansada, acertei-o algumas vezes em partes inúteis, fazendo cair feno por tudo. Quando pensei que ele ia me derrotar, consegui mirar em seu coração e acertei-o em cheio. O boneco desintegrou-se, fazendo com que eu caísse de joelho no chão. Depois de um bom tempo ajoelhada, cheguei a conclusão de que eu precisava cuidar de meus ferimentos e descansar. Saí da arena em busca da enfermaria.
___________
Atualizado por Perséfone
avatar
Clary Weasley

Mensagens : 7
Dracmas : 10
Data de inscrição : 07/11/2012
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha de RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Nível: 1
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nalbert Luiz em Sab Nov 10, 2012 5:21 pm

Eu me dirijo a arena com minha espada de bronze celestial em mãos também estava equipado com minha armadura de aço estava bem preparado para o que viria sem dúvidas algo divertido me esperava.
Encontro um garoto lutando contra bonecos de palha o desafio e começamos um duelo ele aceita-o com um sorriso no rosto.
Ele vem em minha direção com um soco porém eu desvio dando um murro em seu pulso pego minha espada e miro no seu pescoço mas o ataque foi bloqueado ele usou a espada para bloquear girei rápido e chutei atrás de seu joelho ou seja em uma articulação o que o fez cair em seguida fiquei o cortando com a espada em pontos não vitais após perceber que ele estava fraco o levo para a enfermaria e uma garota diz:
-Vocês deveriam parar de lutarem tão severamente.







Líder do Chalé de Hécate

Vantagens: Contato
Desvantagens: Alergia (Papelão)
avatar
Nalbert Luiz

Mensagens : 396
Dracmas : 174
Data de inscrição : 09/05/2012
Idade : 15
Localização : Só o FBI sabe

Ficha de RPG
Vida:
280/280  (280/280)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Annabeth Chase Dulfax em Sab Nov 10, 2012 5:42 pm

Cheguei na Arena e vi que apesar de já ser um pouco tarde ainda haviam alguns campistas treinando, alguns com campistas e alguns com bonecos.
Pego minha espada e me aproximo de alguns bonecos, no lugar que eu estava haviam dois bonecos, um a direita e um a esquerda, flexiono meus braços e seguro a minha espada com as duas mãos, aos poucos vou me preparando para atacar, começo com um movimento simples e ataco um dos bonecos, mas não foi bom o suficiente para acabar com ele, novamente uso outro ataque simples no boneco, agora foi mais afetivo e arrancou a cabeça de palha do mesmo.
Mas ainda faltava um boneco, agora resolvi usar um ataque mais elaborado eu seguro a espada com uma mão e dou dois cortes no peito do dele e para finalizar enfio ela na cabeça do boneco. Cansada limpo minha testa suja de suor e saio da Arena finalmente indo descansar depois de um dia agitado.



Atualizado
Quione
Deusa do Gelo
avatar
Annabeth Chase Dulfax
Filho(a) de Atena

Mensagens : 259
Dracmas : 553
Data de inscrição : 10/11/2012
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha de RPG
Vida:
370/370  (370/370)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Convidad em Sab Nov 10, 2012 10:10 pm

Procurei alguem que estivesse sozinho. Felizmente, encontrei um colega de chalé, que havia conhecido a um tempo. O cumprimentei, e começamos a batalhar com nossas espadas de madeira. Os movimentos eram semelhantes, os dois tentando reconhecer padrões, procurando uma abertura e não deixando nenhuma. Como se vence alguém que luta busca padrão em tudo? É claro. Tirando todo o padrão dos movimentos. Comecei a atacar à moda doida, golpeando com a ponta da espada de madeira, com os lados; eu girava, pulava, rolava no chao, deixando meu adversario confuso com minhas ações. Quando comecei a dançar freestep e golpear com a espada de vez em quando, ele baixou a guarda, e golpeei-o com força na altura do peito, derrubando-o para trás, e colocando a espada em seu pescoço. Depois, começamos a rir, e eu ajudei ele a levantar. Saímos conversando e rindo.



Atualizado
Quione
Deusa do Gelo

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Annabeth Chase Dulfax em Seg Nov 12, 2012 6:59 am

Acordei cedo e fui direto para Arena, pelo que entendi no dia anterior hoje haveria um treino de luta básico no qual Quíron seria o instrutor. Ao entrar o vi em sua forma natural – de centauro – segurando uma longa espada de prata em sua mão direita. Junto a ele havia um grupo de garotos e garotas da minha idade, todos com uma espada e um escudo. Juntei-me a eles rapidamente e fiquei ouvindo Quíron dar as instruções.
–– Quero que você formem duplas,vamos ver do que são capazes. – Todos começaram a se organizar, mas eu que não conhecia ninguém fiquei meio envergonhada. Um garoto se aproximou de mim e me cumprimentou com a cabeça. Retribuí.
– Vocês irão lutar – falou Quíron – e o primeiro que desarmar – ele deu ênfase na palavra – ganha. Não se deixem levar pelo entusiasmo de vencer, pois aquele que machucar seu oponente será desclassificado. – Todos assentiram. O meu oponente se preparou para lutar e eu fiz o mesmo. – Podem começar!
Ele ficou me olhando.Seu olhar vidrado em mim. Então me atacou com uma investida com a espada. Defendi com meu escudo e ataquei com o outro braço – no qual eu segurava a espada. Ele se esquivou para trás e voltou a atacar, dessa vez sem parar. Comecei a me defender com o escudo e esperar que ele cansasse para poder contra-atacar. E foi o que fiz. Ele parou e eu comecei a atacar.Investi nele mas ele colocou seu escudo na frente. Tentei golpeá-lo com meu escudo mas ele recuou. Então com um pouco mais de energia me atacou, me pegando de surpresa. Comecei a desviar dos golpes que passavam de raspão e me perguntei se ele não tinha ouvido o que Quíron falara sobre “machucar seu oponente”. Enquanto eu me perdia em pensamentos tentando encontrar uma maneira de desarma-lo antes que me machucasse, ele bateu com seu escudo no meu, o que fez o meu escudo cair. Agora eu só tinha minha espada. Ele começou a atacar novamente e eu me defendia como podia só com a espada. Então ele usou o mesmo truque que eu – deu uma investida com o braço esquerdo, onde segurava o escudo. Eu aproveitei disso para me esquivar de lado e golpear seu braço. Ele então deixou cair o escudo. Começou a me atacar com a espada e eu fiquei recuando. Em algum momento percebi de distração sua ele deixou uma lacuna, me aproveitando disso coloquei minha espada sobre seu peito. Então ele levantou as mãos e deixou cair a espada.



Atualizado
Quione
Deusa do Gelo
avatar
Annabeth Chase Dulfax
Filho(a) de Atena

Mensagens : 259
Dracmas : 553
Data de inscrição : 10/11/2012
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha de RPG
Vida:
370/370  (370/370)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nalbert Luiz em Seg Nov 12, 2012 12:32 pm

Eu pego minha armadura visto-a em seguida pego minha espada de madeira pois ia somente treinar o escudo de madeira também estava comigo estava assim: Espada de madeira mão direita, escudo mão esquerda.
Eu chego e começo a atacar bonecos de palha eles em pé alcançavam minha cintura e eu os derrotava fácil com golpes da espada.
Mas eu encontrei a algo interessante do outro lado da arena tinha um boneco de madeira que mais parecia um João bobo ia e voltava Quíron disse que conseguisse deixa-lo no chão não lavaria nenhuma louça durante a semana.
Todos tinham 3 chances de acertar e quando chegou a minha vez primeiramente eu usei um golpe na sua barriga que um empurrou com muita força quase fazendo-o bater a cabeça no chão porém ele voltou, notei que o seu pé desencontrado do chão com o golpe em seguida dei outra golpe da mesma forma aconteceu o mesmo, mas notei que a única parte que ficou no chão foi seu calcanhar.
Na terceira chance usei a espada entre seu pé e o chão que cortou uma espécie de liga no seu calcanhar que o fez cair no chão.



Atualizado
Quione
Deusa do Gelo







Líder do Chalé de Hécate

Vantagens: Contato
Desvantagens: Alergia (Papelão)
avatar
Nalbert Luiz

Mensagens : 396
Dracmas : 174
Data de inscrição : 09/05/2012
Idade : 15
Localização : Só o FBI sabe

Ficha de RPG
Vida:
280/280  (280/280)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Annabeth Chase Dulfax em Ter Nov 13, 2012 4:40 pm

Cheguei na arena,e vi uma garota treinando alguns golpes sozinha com sua espada e escudo. p Seria a primeira vez que chamaria alguém pra treinar comigo por livre e espontânea vontade.
- Oi...atrapalho? - perguntei. A menina se virou e sorriu. Parecia ser simpática.
- Oi! Claro que não. Estava procurando alguém pra treinar.Mas como não tinha ninguém resolvi treinar sozinha mesmo,disse dando de ombros.Sou Celine, filha de Ares.
- Deve ser uma adversaria forte sendo filha do Deus da guerra.Eu sou Annabeth filha de Atena,vamos começar. - disse levantando o escudo,ela entendeu a mensagem e investiu contra meu estômago, sem sucesso, por causa do escudo. Nossas espadas se chocaram, e logo depois, tentei atingi-la na nuca, mas ela defendeu, girando sua espada e jogando a minha pra longe. Dei uma cambalhota e pequei novamente minha espada, e me esquivei, com seu golpe quase tocando meu joelho. Novamente, nossas espadas se chocaram, e ficamos assim por alguns segundos, quando resolvi atacá-la pelas costas. Mas ela se virou e eu choquei minha lâmina contra seu escudo.
- Acha mesmo que vai me vencer, filha de Atena? - assim que ela disse isso, apontou sua espada para meu braço direito, e abriu um pequeno corte nele.
- Não me subestime... - a empurrei com o meu escudo, ela se desequilibrou, mas não caiu. Tentei atacar seu abdômen, sua coxa e seu pescoço, mas em todas as minhas tentativas, ela se esquivou rapidamente.
Sua lâmina passou raspando pela minha bochecha, e avancei para ela, mas nossas espadas se chocaram. Rodei sua espada e essa caiu no chão. Empurrei a filha de Ares para o chão. Ela caiu e eu coloquei meu pé esquerdo sobre seu peitoral e sorri. Logo depois, estendi minha mão para ajuda-la a se levantar.
- Nada mal para uma filha de Atena.
- Você luta muito bem Celine.
- Posso dizer o mesmo de você. Preciso tomar um banho. A gente se esbarra. - ela se virou e saiu da arena.
Sai Logo em seguida.
~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~
Atualizado
Deusa da Agricultura
avatar
Annabeth Chase Dulfax
Filho(a) de Atena

Mensagens : 259
Dracmas : 553
Data de inscrição : 10/11/2012
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha de RPG
Vida:
370/370  (370/370)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Nalbert Luiz em Ter Nov 13, 2012 5:27 pm

Eu estava no meu chalé quando senti uma vontade de treinar então me dirigi a arena sem dúvida o melhor local em todo o acampamento para poder se treinar, me dirigindo á arena encontro um garoto no caminho ele também ia a arena para treinar então nós vamos a arena, ao chegarmos no nosso destino começamos uma luta-treino eu pego rapiadamente minha espada de bronze celestial me abaixo para desviar do golpe do meu adversário e dou uma rasteira nele ele pula, o tempo para eu me levantar e fazer um corte profundo no seu braço com minha espada, ele me empurra com o escudo, eu caio e ele faz um golpe também profundo em minha perna com isso não consigo me levantar e ele me ajuda a ir para a enfermaria, porém a metade do caminho ele me ataca severamente eu quase sem nenhuma reação pego meu bastão víbora e invoco as 5 cobras que dão um jeito nele depois desse imprevisto encontro Quiron passando e ele me leva a enfermaria.
~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~
Negado. Está em um treino de armas de curta distância, não de habilidades especiais.
Deusa da Agricultura








Líder do Chalé de Hécate

Vantagens: Contato
Desvantagens: Alergia (Papelão)
avatar
Nalbert Luiz

Mensagens : 396
Dracmas : 174
Data de inscrição : 09/05/2012
Idade : 15
Localização : Só o FBI sabe

Ficha de RPG
Vida:
280/280  (280/280)
Nível: 4
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Tendy Flamous em Qui Nov 15, 2012 11:08 am

Cheguei ao campo de treino e vou falar com Quíron para ele me arranjar um parceiro de luta.Ele me arruma uma campista novato também para estarmos no mesmo nível de combate.Ele usa uma armadura de bronze e uma espada de prata.Eu digo que vou usar uma arma minha. Pego a varinha que minha mãe me deu(estava com sorte o dia estava bastante frio)o campista apenas sorriu, mas o sorriso desapareceu de seu rosto quando a varinha se tornou instantaneamente uma espada de bronze celestial com cabo de ferro muito pesado.Na mesma hora vi que ele tinha ficado com medo então sorri a batalha estava ganha .Quíron nos mandou reverenciar e depois a luta começou ele tentou investir conta minha então me defendi com minha propria espada e me lancei conta ele dei,uma cacetada em sua armadura então ele caiu e eu apontei a espada para o pescoço dele.Esse treino foi melhor que o anterior,então sai todo feliz para meu chale.
~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~
Atualizado (Detalhe mais o seu treino)
Deusa da Agricultura
avatar
Tendy Flamous
Filho(a) de Quione

Mensagens : 30
Dracmas : 97
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 17
Localização : uberlandia

Ficha de RPG
Vida:
110/110  (110/110)
Nível: 1
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Tendy Flamous em Sex Nov 16, 2012 7:21 am

Achei que se treinasse bastante ganharia uma missão rapidinho.Então treinado feito louco.Quando cheguei ao campo de treinamento vi o mesmo garoto com quem lutei pela ultima vez.Ele olhou para min e tentou escapar mas eu o puxei pela gola da camisa e perguntei se ele não queria revanche.Ele provavelmente diria que não mas não queria parecer um covarde.Eu levantei minha espada do arsenal e parti para cima.Ele me deu uma rasteira e apontou a espada para min,mas eu fui bem mais rápido peguei minha água e joguei em sua cara em ela congelou, ele ficou confuso então agarrei sua espada joguei para longe dei uma rasteira nele e apontei minha para seu pescoço e disse"Nunca faça isso com quem pode congelar sua cara".Então o ajudei a levantar sai do treinar mesmo não sendo valido porque usei meus poderes
~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~
Negado. Seu treino tem menos de 7 linhas.
Deusa da Agricultura
avatar
Tendy Flamous
Filho(a) de Quione

Mensagens : 30
Dracmas : 97
Data de inscrição : 14/11/2012
Idade : 17
Localização : uberlandia

Ficha de RPG
Vida:
110/110  (110/110)
Nível: 1
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino de armas de curtas distâncias

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 15 de 17 Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16, 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum